Acordo entre empresas vai cobrir o Amazonas com banda larga via satélite


A empresa americana 03B Networks fechou parceria com a brasileira Ozônio para cobrir todo o estado do Amazonas com Internet de alta velocidade via satélite. A parceria, anunciada nesta semana em Manaus, consiste no lançamento de oito satélites de média órbita para cobrir a região com conexões que vão de 1 Mbps a 10 Mbps. A meta é chegar mesmo aos locais mais remotos, onde a cobertura por fibra óptica é muito difícil tecnicamente.

Isso seria possível por se tratar de satélites não geoestacionários, ou seja, satélites que ficam a uma distância menor da superfície da Terra, o que aumenta a força do sinal. Segundo o diretor do Departamento de Banda Larga do Ministério das Comunicações, Artur Coimbra, que representou o Ministério das Comunicações no evento, a iniciativa vai ao encontro dos objetivos do governo com o Programa Nacional de Banda Larga (PNBL). “Trata-se de um projeto importante para o estado do Amazonas por oferecer conectividade melhor e mais barata para lugares inatingíveis de outras maneiras. Por isso é perfeitamente complementar às ações do PNBL”, diz. Leia mais deste post

Navegar na Internet durante o trabalho aumenta a produtividade? Confira!


A resposta é sim, segundo a Academy of Management (Academia de Administração) – organização que reúne interessados pela gestão de negócios. É dela a autoria de um estudo que defende a internet como opção para os momentos de descontração, fundamentais para que você, funcionário do mês, dê uma aliviada na tensão e estresse naturais de qualquer ambiente de trabalho.

Manda quem pode e obedece quem tem juízo?

Quem nunca deu uma olhadinha no Orkut para responder alguns recados ou entrou no Facebook para checar se alguém comentou as fotos da festa à fantasia, que atire a primeira pedra. Já passamos do tempo em que os patrões não entendiam a importância de um descanso periódico e bloqueavam sites ou desativavam completamente a navegação na internet, na tentativa de manter você focado no trabalho durante as oito horas em que permanece na empresa. Esse tipo de chefe ainda existe, mas está fora de moda e perde gradualmente seu espaço para políticas mais tolerantes.

Internet bloqueada (Foto: TechTudo)
Internet bloqueada (Foto: TechTudo) Leia mais deste post

Google inicia fase de testes para provedor de internet de 1 Gbps


Área residencial nos Estados Unidos ganha superconexão grátis para avaliar serviço da empresa.

Em verde, a área de sortudos que terá a internet de 1 Gbps da Google. (Fonte da imagem: Reprodução / Google Maps)

Hoje o Google não se limita mais a um site de buscas, mas o serviço que a empresa está testando atualmente é uma novidade bem mais ambiciosa do que seus projetos mais recentes. Moradores da área residencial próxima à Universidade de Stanford que estudam ou trabalham no local já têm acesso ao Google Fiber, um futuro provedor de internet. Leia mais deste post

Estado alemão quer proibir “Curtir” do Facebook em sites


O estado alemão Schleswig-Holstein criou uma organização chamada The Independent Center for Privacy Protection (ULD), que luta para banir o botão “Curtir” dos sites da região. Leia mais deste post

Quem paga pelo fluxo de dados via P2P na internet?


Estudo revela que o formato mais popular de compartilhamento de dados na web não é oneroso para os grandes fornecedores de internet.

Se você é um usuário assíduo de internet e tem o costume de baixar arquivos, provavelmente já fez uso de alguma rede P2P. Os mais “antigos” vão se lembrar do Kazaa, o primeiro grande nome do gênero, mas foi o protocolo BitTorrent o mais eficiente de todos – e um dos mais utilizados na atualidade – para a troca de arquivos entre internautas.

Há vários programas que suportam esse protocolo, além de uma variedade também grande de serviços que hospedam e indexam arquivos torrent, rastreando-os para que seu conteúdo seja enviado entre todos os usuários. The Pirate Bay, o mais famoso de todos, já teve, inclusive, uma série de problemas legais envolvendo a pirataria.

Quem paga a conta?

Que o tráfego de dados na web devido ao compartilhamento de dados é imenso, ninguém duvida, mas o que talvez poucos imaginassem é que quem “arca” com as despesas do volume de dados não são os grandes fornecedores de acesso à internet, os ISP (sigla em inglês para Internet Service Provider).

Leia mais deste post

Apenas 10% das pessoas com acesso à internet sabe usar o Ctrl+F


A afirmação, feita por um antropólogo da Google, mostra que muita gente ainda não tem domínio dos computadores

Leia mais deste post

Anatel quer estabelecer velocidade mínima para as operadoras de internet banda-larga


Uma mudança importante no serviço de banda-larga fixa pode acontecer no dia de hoje. A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) vai votar uma proposta que, se aprovada, obriga as operadoras a entregarem ao consumidor a média mensal mínima de 60% da velocidade de internet contrata.

Banda Larga (Foto:  )
Banda-larga (Foto: Divulgação )

É a primeira vez que a Anatel resolve interferir nas regras de prestação de serviços de internet no Brasil. A lei atual não estabelece nenhuma obrigação por parte das prestadoras de banda-larga fixa que, por sua vez, só garantem ao consumidor o mínimo de 10% da velocidade nominal contratada, alegando questões técnicas para tal medida.

Segundo Emília Ribeiro, relatora do Regulamento de Gestão da Qualidade do Serviço de Comunicação Multimídia, a meta estabelecida pela Anatel está de acordo com as recomendações do Comitê Gestor da Internet. A ideia é que a velocidade média entregue ao usuário aumente gradualmente, até alcançar a meta de 80% da velocidade contratada. Ribeiro acredita que a proposta apresentada não vai encontrar resistência entre as prestadoras de serviços de internet, nem entre os representantes da Anatel. Leia mais deste post

%d blogueiros gostam disto: