Novo Aplicativo do Facebook para iPad possui falhas


Ontem a rede social de Mark Zuckerberg liberou seu novo aplicativo  especial para iPad, no entanto, com algumas falhas, os usuários acabaram ficando irritados. Alguns usuários reclamaram que o programa está repleto de bugs, e em alguns casos, não é possível nem acessar  o Facebook.

Na App Store, muitos usuários deixaram recados queixando-se das falhas.  Alguns usuários relataram que depois que baixaram a atualização não conseguiram usar a rede social, outros também relataram que o botão “Enviar” desaparece quando o iPad é acoplado a um dock.

O novo aplicativo é a quarta versão do programa do Facebook destinado ao sistema iOS, da Apple. No entanto, essa é a primeira versão que conta com modo específico para iPad. Antes, havia somente para iPhone.

O Facebook acabou demorando um bom tempo para estrear seu aplicativo para iPad, o que causo grande expectativa, porém, ao que parece, muitos usuários estão insatisfeitos com o novo aplicativo.

Fonte: Oficina da Net

Empresa processa o Facebook por nova configuração de perfil de usuários


A empresa americana Timelines moveu processo contra o Facebook por violação de sua marca. Recentemente, a rede social anunciou uma nova função, que foi bartiza de Timeline, um novo formato para o perfil da pessoa que retrata sua vida em ordem cronológica, como uma “linha do tempo” (timeline, em inglês). A Timelines tem um site no qual os usuários podem criar e compartilhar eventos, fotos, informações, ou seja, também formando uma linha do tempo. Leia mais deste post

O Facebook sabe o que você faz depois do logout


Se você, usuário do Facebook, acha que após dar o logoff da página não está sendo mais identificado, enganou-se. De acordo com o especialista australiano Nik Cubrilovic, em um artigo publicado no jornal Frances “Le Monde”, a rede social de Mark Zuckerberg continua registrado os dados dos usuários mesmo após a saída dos mesmos da página.

O especialista afirmou que os dados da navegação continuam sendo enviadas através de um cookie implantado na máquina do usuário. Existe um ato normal de personalização do Facebook  que, como em vários outros sites que é salvo no HD do computador, assim, um procedimento normal só que, no Facebook, diferentemente que nos outros sites, esse cookie não para de registrar informações.

“Se você se conectar ao Facebook de um computador público e, depois, clicar em “desconectar”, você deixa atrás de si suas impressões digitais. Pelo que pude constatar, essas impressões digitais ficam salvas até que alguém suprima todos os cookies do Facebook no computador”, escreveu Cubrilovic no artigo publicado no “Le Monde”.

Após estes dados pararem na mídia, o Facebook admitiu que realmente coleta esses dados em decorrência do seu botão “curtir”, para tanto, afirma que eles são deletados em seguida. A empresa de Mark Zuckerberg afirmou ainda que, nenhum dos dados dos usuários é usado para qualquer tipo de manobra

Fonte: Oficina da Net

Barra superior do Facebook agora flutua no topo da página


A barra superior do Facebook passou a ser flutuante no topo da página, segundo o Mashable. Isso significa que mesmo quando se rola a tela para baixo, ainda é possível ver a linha azul com os botões de convites de amigos, mensagens e notificações, a caixa de busca, além de links para o perfil, o feed de atualizações e as configurações da conta. Leia mais deste post

Facebook anuncia mudanças nas listas de amigos


Uma publicação no blog oficial do Facebook informa que a rede social vai fazer melhorias nas Listas de Amigos ao longo desta semana. Divididas em trabalho, escola, família e cidade, as listas serão criadas automaticamente. Também será possível adicionar ou remover pessoas de cada uma delas. Dessa forma, você pode compartilhar conteúdos e visualizar publicações com pessoas específicas. Algo parecido com o recurso Círculos do Google+. Leia mais deste post

Versão de “The Sims” para Facebook já tem mais de 7 milhões de jogadores


Uma das franquias de maior sucesso na história dos games, “The Sims” começou muito bem também no Facebook. Depois de arrebatar milhões de usuários nos jogos offline para PC e consoles desde seu lançamento em 2000, o jogo que simula a vida de uma pessoa chegou à rede social com tudo: segundo o site App Data, já são mais de 7,3 milhões de usuários.

“The Sims Social”, produzido pela Electronic Arts, não para de crescer. Somente na última semana, foram 4,7 milhões de novos cadastros. O segredo do sucesso, além, é claro, da história da franquia, talvez se dê pelo fato de que o game seja bem parecido com o tradicional.

The Sims Social no Facebook (Foto: Reprodução)
The Sims Social no Facebook (Foto: Reprodução) Leia mais deste post

Estado alemão quer proibir “Curtir” do Facebook em sites


O estado alemão Schleswig-Holstein criou uma organização chamada The Independent Center for Privacy Protection (ULD), que luta para banir o botão “Curtir” dos sites da região. Leia mais deste post

%d blogueiros gostam disto: