Atualização do Xbox incorpora o Kinect no uso das funcionalidades


A Microsoft vai liberar amanha (06/12) a nova versão do software do Xbox, que permite que o usuário navegue pelos conteúdos multimídia e jogos apenas por comando de voz ou gestos. Essa nova versão incorpora o Kinect no uso das funcionalidades.

A nova interface se assemelha visualmente com o aplicativo do Xbox para Windows Phone. Contará com aplicativos destinados para canais de TV que permitirão usar o Kinect como controle remoto.

Para ativar o comando de voz é necessário colocar a palavra “Xbox” antes de cada frase, por exemplo: “Xbox Bing Avatar”, o software irá identificar e fazer a busca por “Avatar” no Bing. O programa não  reconhece todas as línguas, dentro delas o português.

Confira abaixo um vídeo mostrando as novas funções integradas ao uso do Kinect.

A atualização estará disponivel gratuitamente a partir de amanhã.

Apple libera iOS 5.0.1 beta para desenvolvedores


A Apple liberou ontem o iOS 5.0.1 beta, de build 9A402, para desenvolvedores.

Segundo as notas de liberação, a nova versão traz correção para um problema que afeta a bateria e para outro relacionado ao Documentos na Nuvem, adiciona gestos multi-touch ao iPad de primeira geração, melhora o reconhecimento de voz do idioma australiano no recurso voz-para-texto (Dictation) da Siri, além de contar vir com correções de segurança, incluindo a falha que permitia destravar iPads 2 com senha usando uma Smart Cover.

Além disso, a versão 5.0.1 oferece uma nova maneira para desenvolvedores especificarem quais arquivos devem permanecer no aparelho, mesmo em baixas condições de armazenamento, o que deve resolver o problema do “faxineiro” do iOS 5.

A atualização pesa 811MB e já está disponível no iOS Dev Center.

A Apple também disponibilizou para desenvolvedores o iTunes 10.5.1 beta 2, para dar continuidade aos testes com o iTunes Match. A nova versão traz correções de bugs e permite que os testes com o iTunes Match tenham continuidade, ainda restritos aos Estados Unidos e na condição de que as bibliotecas enviadas para os servidores da Apple sejam apagadas no final dos testes.

Fonte: iMasters

%d blogueiros gostam disto: